Ex-vereador de Pinhais, familiares, assessores e advogado são denunciados por organização criminosa

A 4ª Promotoria de Justiça do Foro Regional de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, apresentou denúncia criminal contra um ex-vereador (gestões 2005-2008 e 2013-2016), seis de seus ex-assessores, assim como sua esposa, filhos e seu advogado na época dos fatos. Os réus foram denunciados pela prática de crimes como organização criminosa, corrupção passiva, peculato e estelionato. As investigações ocorrem no âmbito da Operação Racha, instaurada pelas 2ª e 4ª Promotorias de Justiça do Foro Regional de Pinhais, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), para apurar esquema de funcionários fantasmas e de divisão de remunerações de assessores parlamentares comissionados que entregavam mensalmente parte dos seus vencimentos a alguns vereadores da comarca.

Conforme apurou o Ministério Público, de janeiro de 2013 a dezembro de 2016, os denunciados fizeram parte de uma organização criminosa, que tinha como comandante o ex-vereador e objetivava o enriquecimento ilícito de todos os seus integrantes. Segundo a Promotoria, isso acontecia mediante a cobrança de parte da remuneração dos assessores comissionados, que, por sua vez, não precisavam comparecer ao trabalho, podendo ser considerados servidores fantasmas.

A organização criminosa funcionava mediante divisão de tarefas, cabendo ao ex-vereador nomear os seus assessores, assim como receber uma parte dos valores repassados pelos seus subordinados. As investigações continuam em curso para apurar a mesma prática em relação a outros vereadores e ex-vereadores de Pinhais.

Compartilhe este post em
468 ad

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *