Morre o humorista Agildo Ribeiro

“Eu abro a boca e todo mundo ri”. Nem a educação rígida em colégio militar, e tampouco o ambiente familiar de contestação política impediram Agildo Ribeiro de seguir o sonho de fazer humor. Agildinho, como era conhecido quando criança, foi sensação dos colegas pelas imitações bem feitas de professores e figuras políticas, e acreditava desde aquela época que “nasceu para ser artista”. Para ele, o humorista precisa se inspirar na realidade para fazer graça. “Eu sou muito observador, tenho um ouvido incrível. Tenho mania de imitar os outros e a imitação é o caminho inicial para fazer um tipo.”

Sua carreira como ator começou no teatro de revista e seus tipos fizeram sucesso na rádio. Na Globo, ele estrela shows e programas humorísticos desde os anos 1960, como Chico City (1973), Satiricom(1973), Planeta dos Homens (1976), Estúdio A… Gildo (1982), Escolinha do professor Raimundo (1999), Zorra Total (1999) e o novo Zorra (2015).

Fonte: G1

Compartilhe este post em
468 ad

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *